Pular para o conteúdo principal

OS 22 CAMINHOS DA KABALA


                
 Resultado de imagem para OS 22 CAMINHOS DA KABALA 
   
     
OS 22 CAMINHOS DA KABALA

 A Árvore da Vida, com sua extraordinária e profunda simbología, assim como as suas técnicas, causa a conscientização de todos os valores físicos, psíquicos, éticos e morais necessários a Divina Centelha, para a exteriorização da perfeição original do Grande Plano.
         Assim como é possível atuar com a mente sobre qualquer parte do corpo através dos nervos, igualmente a Mente cósmica atua sobre os Sephirot através dos caminhos que os unem. Os Caminhos simbolizam o Sistema Nervoso Cósmico, apresentando os mesmos aspectos das esferas.
         Os Sephirot correspondem a estados da consciência, ao passo que os 22 Caminhos mostram as experiencias subjetivas, através das quais os iniciados transferem a consciência de uma esfera a outra.
         No estudo dos Caminhos é considerado o texto yetzirático extraído do Sepher Yetzirah, o livro da Criação ou Formação, com as letras hebraicas, signos zodiacais, características planetárias, elementais e o Tarot.
         No texto yetzirático os Caminhos são denominados INTELIGENCIAS, que demonstram as finalidades e características de cada um.
         As letras hebraicas, alem do sentido simbólico, apresentam uma polaridade, cor e valor numérico. Através delas é esclarecida a essência do Plano Divino em sua manifestação. Por tanto, são símbolos cujos significados comunicam a mente seus conteudos divinos. Cada letra é a Chave do Caminho, estando nela impressas todas suas virtudes, qualidades e significados, enfim, sua essência.
         O significado espiritual dos Caminhos é dado pelos signos zodiacais, elementos e planetas, que são diferentes tipos de forças atuantes. Somando os tres elementos primordiais relacionados com as tres letras-mães do alfabeto hebraico, os sete planetas vinculados com as sete letras duplas e os doze signos associados as doze letras simples, teremos os 22 símbolos que mostram os diferentes significados dos Caminhos, os fatores cósmicos que operam en cada esfera de consciencia.
         O elemento terra, assím como o planeta Terra, não estão incluídos na simbología dos Caminhos porque formam parte de Malkuth.
         Os elementos são apresentados nas suas essencias primordiais e não em suas manifestações físicas, tal como as que se conhecem no plano físico.
         O sentido teórico dos Caminhos é mostrado pelos 22 arcanos maiores do Tarot. Meditando sobre os Caminhos através destas cartas, muitos aspectos são atraídos a consciencia que aclaran a natureza de cada senda. Os arcanos também são considerados as portas pelas quais se penetra nas sendas. O título descritivo de cada carta dá referencias das ideias conectadas com cada senda em particular.
         As cores dos Caminhos, assím como os das esferas, correspondem aos quatro mundos; então cada Caminho deve ser estudado sob os quatro diferentes aspectos.
         Todos os Caminhos deverão ser percorridos muitas vezes para a total aquisição ou conscientização de todas as experiencias que propiciam, tanto na direçao ascendente como na descendente.
         É imprescindivel ter a mão bem memorizadas todas as características, atribuições das esferas, cores, etc., pois no caminho de um Sephirot a outro, surgem todos estes aspectos, de forma que cada senda tem as mesmas particularidades dos Sephirot por ela unidos.
         Pela conscientização de todas as experiencias, tanto a Personalidade como a Individualidade, progridem em seus aspectos espirituais.
         A progressão ascendente da serpente enroscada na Árvore da Vida, mostra o Caminho da Iniciação, e todos os Caminhos são percorridos na ordem dos números de 32 para 11.
Indice





Os 22 Caminhos da Kabala




Volte ao Site.
Fonte:http://www.sintoniasaintgermain.com.br/camino.html

Resultado de imagem para OS 22 CAMINHOS DA KABALA
 

Postagens mais visitadas deste blog

A ALMA E AS 10 SEFIROT

Árvore da Vida, mostrando os dez Sefirot.
A Alma e as Dez Sefirot Do livro “Kabbalah and Meditation for the Nations”, do Rabino Yitschak Ginsburgh – Capítulo 3 (2parte) Nós aprendemos na Cabalá que D’us criou o mundo por meio de dez sefirot — que são dez emanações da energia Divina. Estas sefirot permeiam e se manifestam dentro de cada aspecto da criação, inclusive, é claro, a alma humana, que foi criada à imagem de D’us1. Tanto a alma física quanto a alma Divina se manifestam por meio das sefirot, e ambas possuem uma estrutura completa de dez sefirot, as quais, conforma descreve a Cabalá, se dividem em três faculdades intelectuais e sete atributos emocionais/comportamentais2. As três sefirot intelectuais são sabedoria, entendimento e conhecimento, e também são chamadas de “as três primeiras [sefirot]”, ou o mochin (literalmente, “cérebro”). As setesefirot emocionais são bondade, força, beleza, vitória, reconhecimento, fundação e reinado, e também são chamadas de “as sete [sefirot] mai…

CONHECENDO A CABALA(KABBALAH) : O CÓDIGO POR TRÁS DA REALIDADE

O que é Cabala:


Kabalah é uma palavra hebraica que significa "recepção". É conhecimento espiritual judaico, que Moshê recebeu de D’us, os alunos de Moshê receberam dele, e assim sucessivamente no decorrer dos séculos. 

A Kabalah é a interpretação espiritual de toda a Torá, a compreensão do funcionamento interior das coisas, do mundo, de D’us, da alma, da Torá, e a vasta coleção de sabedoria oral e impressa que abrange e registra esse conhecimento. 

Contrário à opinião pública, a Kabalah não é magia: não envolve rituais estranhos ou eventos sobrenaturais. Também não tem nada a ver com psicologia pop. E certamente não lhe dará poderes psíquicos. 

Hoje existem a Kabalá e a Cabalá - (uso a letra "C" para destacar a diferença do Modismo frente uma Fisolofia Supra Racional transmitida de Mestre para Aluno por milhares de gerações!). 

Kabalá é um corpo de conhecimento extremamente extenso, quem conhece se cala, não divulga e busca constantemente o aprimoramento espiritual. Ela…

CABALA MÍSTICA : A ÁRVORE DA VIDA(SEPHIROT)

Cabala Mística
Com a devida autorização, passo a transcrever algumas notas extraídas de um antigo diário encontrado na biblioteca do Colégio do Espírito Santo, escrito por um Rosa+Cruz identificado como "Irmão Poimandres".

Faço-o a pedido e sem alterar qualquer passagem. Escreveu o Irmão Poimandres:
"SOBRE A ÁRVORE DA VIDA
Véus de Existência Negativa (acima da Árvore da Vida): Ain (Não) - O vazio absoluto. Ain Soph (Ilimitado) - O eterno, no mais puro sentido: se nada há, não existem limites. Ain Soph Aur (Luz Ilimitada) - O eterno movimento: quando não há limites, as coisas acontecem simplesmente porque não há motivos para não acontecerem.

Árvore da Vida:
AS DEZ ESFERAS (Sephiroth; singular: Sephirah):
Kether - coroa Chokmah - sabedoria Binah - entendimento Chesed - misericórdia Gebura - força - vontade em ação Tipheret - beleza Netzach - vitória - imaginação criadora - emoções elevadas Hod - Esplendor - mente universal Yesod - fundamento Malkuth - reino
A árvore da vida apresenta Deus so…