Pular para o conteúdo principal

SEU NOME TEM UMA RAZÃO DE SER - UMA HISTÓRIA CABALÍSTICA

SEU NOME TEM UMA RAZÃO DE SER

O que tem num nome?



Vale a pena mudar nossos nomes para mudar nossa sorte?
A resposta vem nada mais nada menos do que o antigo livro do Zohar, que revela os segredos contidos nos nomes e letras.


Alguma vez tu já leste um livro de numerologia tentando entender o significado secreto por trás do teu nome ou de outro alguém,teus filhos, amigos?
Tal fascinação por nomes, letras e seus significados ocultos é algo real ou pura baboseira?E se for real, podemos manipular nossos nomes para mudar nossa sorte para melhor, como muitas pessoas tentam fazer?


O livro do Zohar traz luz para tais questões no “artigo sobre as letras” que inicia assim:


Quando o criador pensou em criar o mundo, todas as letras do alfabeto vieram a ele na ordem inversa. Da ultima letra (TAV) à primeira (ALEPH). A letra TAV foi a primeira e disse “Mestre do mundo! É bom, e vindo de ti, criar o mundo comigo. Porque eu sou a marca no teu anel, chamada EMET(Verdade), que termina com a letra TAV. E é por isso que tu és chamado verdade e por isso beneficiaria o rei começar o universo com a letra TAV e criar o mundo através dela. O criador respondeu - “Tu é bonita e sincera,mas não tem o mérito do mundo que eu conduzi a ser criado por tuas propriedades”.



Nesse artigo divertido e colorido, o texto antigo gradualmente revela os segredos contidos em cada letra. O artigo procede descrevendo como cada letra ficou organizada, esperando sua vez de falar com o criador para poder pedir que fosse usada para criar o mundo. Interessante notar que as letras vieram ao criador na ordem inversa, da última letra do alfabeto, TAV à primeira, ALEPH.O criador escuta com paciência cada letra e dá uma chance de ouvir seus argumentos. Mas a única letra que ele finalmente escolheu para criar o mundo não é nada mais do que BET.

Com a letra BET, o mundo foi criado

A letra BET entrou e disse ao criador: “Criador do mundo,seria bom criar o mundo comigo, porque por mim tu está abençoado abaixo e acima. Porque BET é BERCHAH(Abençoar).” O criador replicou a BET: Sem dúvida, eu vou criar o mundo contigo, e tu deve ser a base do mundo!”


Porque o criador escolheu nada mais do que a letra BET para criar o mundo?E porque a história segue a ordem inversa das letras? E o que essa história cabalística, divertida tem a ver conosco?




O significado oculto das letras

Cada uma das 22 letras hebraicas leva a uma revelação espiritual que um cabalista sentiu. Todas as várias combinações das letras - as palavras, sentenças e frases encontradas nos livros sobre cabala - que mostram toda a realidade espiritual que foi atualmente sentida pelos cabalistas que escreveram tais livros.


Essa realidade está disponível para cada e um de nós. Podemos avançar no caminho que nos leva ao criador, gradualmente, expandindo nosso entendimento e sensação do interno (oculto) significado de cada letra. Nós vamos então descobrir cada camada após camada da realidade espiritual.


É como subir uma montanha cujas pedras são as letras - as qualidades do mundo espiritual.Entretanto,o criador é posicionado no topo da montanha, e nós, lá embaixo, no chão. É por isso que o livro do Zohar fala sobre as letras na ordem inversa, começando com TAV e terminando com ALEPH; está nos dizendo, da nossa perspectiva, como subir o ‘caminho’ até o topo da montanha para chegar ao criador, de baixo para cima.


Isso nos traz a essência da história do livro do Zohar sobre as letras - que não é falar sobre elas, mas é, sem dúvida, descrever a jornada interna espiritual da pessoa. Começamos tal jornada de um estado onde estamos completamente remotos do criador (representado pela última letra do alfabeto - TAV). Então, passo a passo, passamos por todas as letras (estados espirituais) até finalmente chegar a total revelação de sua atitude conosco - de perfeito amor e integridade (representada pela letra BET). Quando chegamos a esse estado espiritual, descobrimos seu amor em relação a nós e ganhamos a habilidade de amá-lo. Através dessa nova atitude, ascendemos a nada mais, nada menos do que o próprio nível do criador. Nesse ponto, descobrimos mais uma letra - a letra ALEPH, que é cabeça do alfabeto.


Mude tua percepção, não teu nome

Nomes, palavras e frases são combinações de letras, e então também, nos informam vários discernimentos e níveis da atitude do criador conosco. Mais especificamente, eles são vários níveis de revelação da sua atitude para com uma pessoa. A ordem e conexões entre as letras numa palavra ou sentença formam um caminho de sentimentos espirituais que mudam. São descrições de como esses sentimentos se alternam e substituem um por outro dentro da pessoa que está subindo a montanha para chegar ao criador. Se mantivermos esse oculto significado das letras em mente, então ler um texto cabalístico é uma real experiência espiritual, uma verdadeira entrada para o mundo espiritual.


Isso nos traz de volta a questão dos nomes e seus significados. Na cabala, o nome de uma pessoa é determinado pelo nível espiritual que ela atingiu. Enquanto nos movemos para próximo do criador, revelando sua atitude mais e a mais, revelamos diferentes ordens e combinações das letras. Então, nossos nomes vão continuamente mudar de acordo com nosso nível espiritual.


E somente no mais alto nível espiritual uma pessoa obtém um nome real. Isso é diferente do que mudar nossos nomes artificialmente para tentar mudar nossa sorte. Se realmente quisermos mudar nossa vida para melhor e descobrir nomes ideais, então precisamos subir a ladeira espiritual e desenvolver nossa percepção espiritual. Lá, no mundo espiritual, com certeza encontraremos os nomes que tanto procuramos.


Postagens mais visitadas deste blog

A ALMA E AS 10 SEFIROT

Árvore da Vida, mostrando os dez Sefirot.
A Alma e as Dez Sefirot Do livro “Kabbalah and Meditation for the Nations”, do Rabino Yitschak Ginsburgh – Capítulo 3 (2parte) Nós aprendemos na Cabalá que D’us criou o mundo por meio de dez sefirot — que são dez emanações da energia Divina. Estas sefirot permeiam e se manifestam dentro de cada aspecto da criação, inclusive, é claro, a alma humana, que foi criada à imagem de D’us1. Tanto a alma física quanto a alma Divina se manifestam por meio das sefirot, e ambas possuem uma estrutura completa de dez sefirot, as quais, conforma descreve a Cabalá, se dividem em três faculdades intelectuais e sete atributos emocionais/comportamentais2. As três sefirot intelectuais são sabedoria, entendimento e conhecimento, e também são chamadas de “as três primeiras [sefirot]”, ou o mochin (literalmente, “cérebro”). As setesefirot emocionais são bondade, força, beleza, vitória, reconhecimento, fundação e reinado, e também são chamadas de “as sete [sefirot] mai…

CONHECENDO A CABALA(KABBALAH) : O CÓDIGO POR TRÁS DA REALIDADE

O que é Cabala:


Kabalah é uma palavra hebraica que significa "recepção". É conhecimento espiritual judaico, que Moshê recebeu de D’us, os alunos de Moshê receberam dele, e assim sucessivamente no decorrer dos séculos. 

A Kabalah é a interpretação espiritual de toda a Torá, a compreensão do funcionamento interior das coisas, do mundo, de D’us, da alma, da Torá, e a vasta coleção de sabedoria oral e impressa que abrange e registra esse conhecimento. 

Contrário à opinião pública, a Kabalah não é magia: não envolve rituais estranhos ou eventos sobrenaturais. Também não tem nada a ver com psicologia pop. E certamente não lhe dará poderes psíquicos. 

Hoje existem a Kabalá e a Cabalá - (uso a letra "C" para destacar a diferença do Modismo frente uma Fisolofia Supra Racional transmitida de Mestre para Aluno por milhares de gerações!). 

Kabalá é um corpo de conhecimento extremamente extenso, quem conhece se cala, não divulga e busca constantemente o aprimoramento espiritual. Ela…

CABALA MÍSTICA : A ÁRVORE DA VIDA(SEPHIROT)

Cabala Mística
Com a devida autorização, passo a transcrever algumas notas extraídas de um antigo diário encontrado na biblioteca do Colégio do Espírito Santo, escrito por um Rosa+Cruz identificado como "Irmão Poimandres".

Faço-o a pedido e sem alterar qualquer passagem. Escreveu o Irmão Poimandres:
"SOBRE A ÁRVORE DA VIDA
Véus de Existência Negativa (acima da Árvore da Vida): Ain (Não) - O vazio absoluto. Ain Soph (Ilimitado) - O eterno, no mais puro sentido: se nada há, não existem limites. Ain Soph Aur (Luz Ilimitada) - O eterno movimento: quando não há limites, as coisas acontecem simplesmente porque não há motivos para não acontecerem.

Árvore da Vida:
AS DEZ ESFERAS (Sephiroth; singular: Sephirah):
Kether - coroa Chokmah - sabedoria Binah - entendimento Chesed - misericórdia Gebura - força - vontade em ação Tipheret - beleza Netzach - vitória - imaginação criadora - emoções elevadas Hod - Esplendor - mente universal Yesod - fundamento Malkuth - reino
A árvore da vida apresenta Deus so…