Pular para o conteúdo principal

ALGUMAS VERDADES NUAS E CRUAS - TEXTO SOBRE CABALA/JUDAISMO

ALGUMAS VERDADES NUAS E CRUAS - Texto sobre Cabala / Judaísmo


O que é vazio, inútil e temporário tem muito valor neste mundo. O que é verdadeiro, inestimável e eterno é ridicularizado por aqueles que tentam lucrar com a nossa dor. Mas nós não somos vítimas. Somos constantemente tentados a perseguir tudo o que está vazio, inútil e temporário em prol da satisfação do nosso ego. É preciso quase ter a força de super-homem para correr atrás e aceitar a verdade, e se contentar apenas com as coisas que o dinheiro não pode comprar, pois estas são inestimáveis. Toda vez que fazemos a escolha certa, nós mudamos o mundo. Todas as nossa ações individuais mudam tudo, em todos os momentos. Nós não experimentamos essa mudança profunda porque a todo momento as ações dos outros também estão mudando o mundo. O estado e a condição do nosso mundo é apenas a soma total das escolhas individuais que cada um de nós fazemos.
Imagine tentar se secar ainda imerso no oceano. É impossível. Não importa o quanto você se esforce para se enxugar, a água gruda em você como se fosse sua segunda pele. Estamos em um mar do Oponente, um oceano de ego e interesse próprio implacáveis. Nós não podemos nos libertar do ego e de todos os nossos interesses ocultos. Estão sempre aqui. A chave não é destruir nosso ego. A chave é vê-lo e reconhecê-lo e, em seguida, não reagir a ele. O ego só desaparecerá no final dos tempos. Um peixe não tem ideia de que está nadando na água. Nós não fazemos ideia de que estamos submersos no oponente chamado "Satan" (1). A Kabbalah nos acorda para que possamos enxergar e, dessa forma, não reagir aos impulsos do ego.
Nossas lágrimas abrem os portões do céu. Nossas lágrimas mantém os portões do céu fechados. Como ambas as afirmações podem estar certas? As lágrimas que derramamos em nome de terceiros, essas lágrimas escancaram os portões. As lágrimas que derramamos por nós mesmos, por tudo o que não temos, por tudo que cobiçamos e que pertence aos outros, essas lágrimas mantém os portões do céu fechados. Quando uma massa crítica de seres humanos chorar e rezar em prol dos outros, ao invés de si mesmos, o mundo conhecerá a paz e a humanidade testemunhará o fim absoluto de toda a dor, de todo o sofrimento e da morte.




Billy Phillips




Fonte: Estudantes de Kabbalah
http://estudantesdekabbalah.com/2014/03/01/algumas-verdades-nuas-e-cruas/
Fonte da Gravura: http://www.morguefile.com/



(1) "Satan" não se refere à entidades (diabo, demônio, satanás etc.); apenas é uma palavra que foi deturpada pelas religiões e pelo senso comum. O sentido original e real é "oponente"; tudo que se opõe à luz (ego etc.). (Minha observação)

Postagens mais visitadas deste blog

A ALMA E AS 10 SEFIROT

Árvore da Vida, mostrando os dez Sefirot.
A Alma e as Dez Sefirot Do livro “Kabbalah and Meditation for the Nations”, do Rabino Yitschak Ginsburgh – Capítulo 3 (2parte) Nós aprendemos na Cabalá que D’us criou o mundo por meio de dez sefirot — que são dez emanações da energia Divina. Estas sefirot permeiam e se manifestam dentro de cada aspecto da criação, inclusive, é claro, a alma humana, que foi criada à imagem de D’us1. Tanto a alma física quanto a alma Divina se manifestam por meio das sefirot, e ambas possuem uma estrutura completa de dez sefirot, as quais, conforma descreve a Cabalá, se dividem em três faculdades intelectuais e sete atributos emocionais/comportamentais2. As três sefirot intelectuais são sabedoria, entendimento e conhecimento, e também são chamadas de “as três primeiras [sefirot]”, ou o mochin (literalmente, “cérebro”). As setesefirot emocionais são bondade, força, beleza, vitória, reconhecimento, fundação e reinado, e também são chamadas de “as sete [sefirot] mai…

CONHECENDO A CABALA(KABBALAH) : O CÓDIGO POR TRÁS DA REALIDADE

O que é Cabala:


Kabalah é uma palavra hebraica que significa "recepção". É conhecimento espiritual judaico, que Moshê recebeu de D’us, os alunos de Moshê receberam dele, e assim sucessivamente no decorrer dos séculos. 

A Kabalah é a interpretação espiritual de toda a Torá, a compreensão do funcionamento interior das coisas, do mundo, de D’us, da alma, da Torá, e a vasta coleção de sabedoria oral e impressa que abrange e registra esse conhecimento. 

Contrário à opinião pública, a Kabalah não é magia: não envolve rituais estranhos ou eventos sobrenaturais. Também não tem nada a ver com psicologia pop. E certamente não lhe dará poderes psíquicos. 

Hoje existem a Kabalá e a Cabalá - (uso a letra "C" para destacar a diferença do Modismo frente uma Fisolofia Supra Racional transmitida de Mestre para Aluno por milhares de gerações!). 

Kabalá é um corpo de conhecimento extremamente extenso, quem conhece se cala, não divulga e busca constantemente o aprimoramento espiritual. Ela…

CABALA MÍSTICA : A ÁRVORE DA VIDA(SEPHIROT)

Cabala Mística
Com a devida autorização, passo a transcrever algumas notas extraídas de um antigo diário encontrado na biblioteca do Colégio do Espírito Santo, escrito por um Rosa+Cruz identificado como "Irmão Poimandres".

Faço-o a pedido e sem alterar qualquer passagem. Escreveu o Irmão Poimandres:
"SOBRE A ÁRVORE DA VIDA
Véus de Existência Negativa (acima da Árvore da Vida): Ain (Não) - O vazio absoluto. Ain Soph (Ilimitado) - O eterno, no mais puro sentido: se nada há, não existem limites. Ain Soph Aur (Luz Ilimitada) - O eterno movimento: quando não há limites, as coisas acontecem simplesmente porque não há motivos para não acontecerem.

Árvore da Vida:
AS DEZ ESFERAS (Sephiroth; singular: Sephirah):
Kether - coroa Chokmah - sabedoria Binah - entendimento Chesed - misericórdia Gebura - força - vontade em ação Tipheret - beleza Netzach - vitória - imaginação criadora - emoções elevadas Hod - Esplendor - mente universal Yesod - fundamento Malkuth - reino
A árvore da vida apresenta Deus so…