Pular para o conteúdo principal

O CAIBALION OU OS PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS DA REALIDADE



  

O CAIBALION OU OS PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS DA REALIDADE


 "ASCEND ACADEMY: THE FUNDAMENTAL PRINCIPLES OF REALITY"
                                                                   texto original   


Este artigo revela o significado por trás dos 7 princípios herméticos da verdade, diretamente de sua fonte, O Kybalion.
Estamos prestes a lhe apresentar algumas informações muito poderosas, que podem provocar muita discussão e, possivelmente, oposição. Estes sete princípios são considerados como verdades absolutas, e muitos hermeticistas antigos e atuais, místicos, filósofos e os chamados seres iluminados consideram sua aplicação como o caminho da chave mestre para entender a si mesmo e sua relação com tudo o que é.
Se você sentir dentro de si mesmo que não está pronto para absorver essas informações, não hesite em voltar e ler quando achar que estiver. Esses ensinamentos têm sido mantidos em segredo por milhares de anos pela tradição hermética, apenas sendo passado entre mestre e aprendiz de inúmeras diferentes sociedades ocultas ao longo da história humana. Foi assim por medo de que essas informações fossem utilizadas por aqueles que não entenderiam muito bem o seu significado, ou que tinham intenções egoístas e pouca sabedoria. Em 1912, foi publicado por uma entidade anônima conhecida como os Três Iniciados (?) e desde então tem sido colocado em domínio público, agora amplamente disponível online.
Acredito que esse conhecimento deva ser difundido para que possamos começar a implementar e disseminar sua profunda sabedoria e aplicações para a ascensão da humanidade como um todo.
É claro que os mestres antigos não desejavam que esses princípios fossem  'cristalizados em credos por qualquer país ou seita religiosa ".  Assim, ao visualizar estas informações, Tenha sua própria experiência, e considere que isso seja uma filosofia pragmática para a compreensão da realidade espiritual.
As citações que eu coloquei para descrever estes princípios são diretamente do kybalion.org e eu sugiro que você dê uma lida depois de ver este artigo, se você quiser ir ainda mais fundo. Além disso, vou tentar quebrar o que cada princípio significa para nós no nosso dia-a-dia, bem como na relevância para a nossa prática espiritual. Espero que este conhecimento ressoa! (Este artigo é bastante longo; Recomenda-se fazer pausas entre cada princípio !)

OS 7 PRINCÍPIOS HERMÉTICOS
"Os Princípios da Verdade são Sete; quem conhece estes, compreensivamente, possui a chave mágica ante cujo toque todas as portas do templo se abrem. "-The Kybalion
O PRINCIPIO DO MENTALISMO
O PRINCIPIO DA CORRESPONDENCIA
O PRINCIPIO DA VIBRAÇÃO
O PRINCIPIO DA POLARIDADE
O PRINCIPIO DO RITMO
O PRINCIPIO DA CAUSA E EFEITO
O PRINCIPIO DO GENERO

O Princípio do Mentalismo

Este Princípio contém a verdade de que "Tudo é Mente". Ele explica que o TODO (que é a Realidade substancial subjacente a todas as manifestações exteriores e aparências que conhecemos sob os termos "o universo material"; "Fenômenos da Vida" , "Matéria", "Energia", e, em suma, tudo o que é perceptível aos nossos sentidos materiais) é ESPÍRITO, que em si é incognoscível e indefinível, mas que pode ser considerado e pensado como uma UNIVERSAL, infinita, MENTE vivente . Ele também explica que todo o mundo fenomenal ou universo é simplesmente uma Criação Mental do TODO, sujeita às Leis das Coisas Criadas (criação), e que o universo, como um todo, e em suas partes ou unidades, tem sua existência na Mente dO TODO, na qual  nós "vivemos, nos movemos e temos nosso ser." '- O Kybalion
O Todo, ou a Mente Vivente Infinita Universal é a noção na qual consideramos Deus ou Fonte da Consciência, e porque estamos dentro dessa mente infinita, ela permeia a totalidade de cada espaço único, físico ou não físico. Em essência, cada pessoa ou forma de consciência é equivalente a uma figura de sonho no sonho lúcido de Deus. Eu compreendo que este é um conceito amplo de engolir, aguente !
Se você já teve sonho lúcido, você sabe que quando pergunta a pessoas em seu sonho quem são ou o que eles representam, eles vão realmente te dizer que eles são algumas facetas da sua consciência. Você também sabe que muitas vezes suas figuras oníricas irão dizer-lhe que a sua experiência não é um sonho de todo. Alguns são mais ou menos conscientes de seus papéis em sua transformação  psicológica. Da mesma forma, cada um de nós é um aspecto da mente de Deus, no mesmo caminho; um símbolo de um conceito complexo que está sendo expresso de uma forma microcósmica. Para aqueles que nunca tiveram sonhos lúcidos, pense nisso como se todo o universo fosse um organismo, matéria e energia são as células, e nós, como formas de consciência, somos os neurônios....
 Entrar nesse conhecimento é a chave fundamental para a compreensão e expansão de nossa consciência, assim como atravessar os planos superiores da realidade. Nós temos que entender que nós, e, literalmente, tudo e todos os outros, somos espírito, ou facetas fractais de sua consciência. É importante que apliquemos essa compreensão em nossas interações diárias com os outros, entender que todos os outros seres são simplesmente um outro aspecto de uma consciência infinita, complexa e extremamente variante, e são tanto quanto você é uma expressão dela, não importa qual a forma eles tomem. Permita-se não julgar outros com esse entendimento. Eventualmente, isso vai cultivar uma mentalidade de amor incondicional para toda a vida.

O Princípio da Correspondencia

Este Princípio contém a verdade que há sempre uma correspondência entre as leis e os fenômenos dos diversos planos da Existência e da Vida. O velho axioma hermético correu com estas palavras: "Como em cima, assim é embaixo; como abaixo, assim é acima. E a compreensão deste Princípio nos dá um meio de resolver um paradoxo escuro, e segredo oculto da Natureza. Há planos além do nosso conhecimento, mas, quando aplicamos o Princípio de Correspondência com eles somos capazes de compreender muito do que de outra forma seria incompreensível para nós. Este princípio é de aplicação e manifestação universal, sobre os diversos planos do universo material, mental e espiritual - é uma lei universal '-. The Kybalion
Com este princípio nos tornamos conscientes da natureza fractal do universo, em que um padrão similar de fenômenos se repete em todas as escalas de existência. Este fenômeno pode ser sinônimo de oitavas de notas musicais em um piano, em que cada nota é repetida no próximo local ou plano dimensional com a mesma qualidade vibracional mas em uma freqüência superior.
Normalmente, a interação com um elemento pode provocar uma reação de ressonância em planos superiores ou inferiores, assim como certas qualidades em planos paralelos são correspondentes como acordes musicais. Isso se aplica ao som, cor, pensamentos, emoções, chakras, e todas as formas de espectros que existem em todo o universo. Esta é uma ótima deixa para nosso próximo princípio:

O Princípio da Vibração

'Este Princípio contém a verdade de que "tudo está em movimento"; "Tudo vibra"; "Nada está parado"; fatos que a ciência moderna endossa, e que cada nova descoberta científica tende a verificar. E ainda este Princípio hermético foi enunciado há milhares de anos, pelos Mestres do antigo Egito. Este Princípio explica que as diferenças entre as diversas manifestações de Matéria, Energia, Mente e mesmo Espírito, resultam das variações das taxas ​​de Vibração. Desde O TODO, que é Puro Espírito, até a forma mais grosseira da Matéria, tudo está em vibração - quanto maior a vibração, mais alta será a posição na escala. A vibração do Espírito é de uma taxa tão infinita de intensidade e rapidez que está praticamente em repouso - como uma roda que se move rapidamente parece estar parada. E, no outro extremo da escala, estão as grosseiras formas da matéria, cujas vibrações são tão baixas que parecem estar paradas. '- O Kybalion
Compreender freqüência vibracional e sua aplicação em nossa espiritualidade é crucial. Quando estamos a lidar com pensamentos negativos, emoções e crenças, devemos entender que estas coisas são vibrações densas dentro das nossas mentes, mantendo-nos em uma baixa taxa vibratória da consciência. Se eles estão vibrando, eles estão emitindo som, luz, ou ondulando para fora em alguma forma de onda. Se estamos constantemente emitindo esses tipos de vibrações, o nosso mundo exterior, o que é, essencialmente, ainda mente, irá ressoar com a nossa experiência mental, fazendo com que os mesmos tipos de experiências vibracionais baixas se manifestem fisicamente. Da mesma forma, se estamos irradiando formas positivas, amorosas e felizes de vibração, a nossa realidade assim seguirá.

Basicamente, tudo o que existe interage com seus componentes através de taxas de vibração. Dimensões, numa forma simplista de compreensão, são diferentes oitavas de vibração, em que a consciência que habita essas oitavas percebem coisas relevantes para o seu estado mental, perspectivas, crenças e nível de consciência. É por isso que muitos de nós não pode ver o plano astral ou coisas como fantasmas, auras e entidades espirituais, porque não estamos vibrando na mesma proporção que eles e não podemos entrar em ressonância com essas experiências.
 Nossas mentes são como sintonizadores de rádio (dial) para diferentes canais de experiência. Podemos excursionar  pelo “dial”, deslocando nossa atenção e intenção para ações diferentes, pensamentos diferentes, de diferentes estados mentais e crenças sobre a nossa realidade. Ler isso neste momento é essencialmente ajustar para a frequência destes planos mais elevados, ampliando tua consciência para permitir que tua mente entre em ressonância com os seus conceitos e, assim, permitir manter a tua consciência dentro deles (planos superiores).

O Princípio da Polaridade

Este Princípio contém a verdade que "tudo é dual"; "Tudo tem dois pólos"; "Tudo tem seu par de opostos", todos os quais antigos axiomas herméticos. Ele explica os velhos paradoxos, que fez tantos perplexos, os quais foram declarados como segue: "Tese e antítese são idênticas em natureza, mas diferentes em grau"; "Os opostos são a mesma coisa, diferindo somente em grau"; "Os pares de opostos podem ser reconciliados"; "Os extremos se tocam"; "Tudo é e não é, ao mesmo tempo"; "Todas as verdades são meias-verdades"; "Toda verdade é meio-falsa"; "Há dois lados para tudo", etc, etc, etc
Ele explica que em tudo há dois pólos ou aspectos opostos, e que "os opostos" são realmente apenas os dois extremos da mesma coisa, com muitos graus variados entre eles. Para ilustrar: calor e frio, apesar de "opostos", são realmente a mesma coisa, a diferença consiste apenas em graus da mesma coisa. Olhe para o seu termômetro e veja se você pode descobrir onde termina "calor" e começa "frio"! Não existe tal coisa como "calor absoluto" ou "frio absoluto" - os dois termos "calor" e "frio" simplesmente indicam vários graus da mesma coisa, e que "a mesma coisa" que se manifesta como "calor" e "frio "é apenas uma forma, variedade e velocidade de vibração. Assim, "calor" e "frio" são simplesmente os "dois pólos" do que o que nós chamamos de "Calor (temperatura)" - e os fenômenos que daí decorrem são manifestações do Princípio de Polaridade
O mesmo Princípio se manifesta no caso de "Luz e Escuridão", que são a mesma coisa, a diferença consiste nos diferentes graus entre os dois pólos do fenômeno. Onde é que a "escuridão" desaparece, e "luz" começa? Qual é a diferença entre "grande e pequeno"? Entre "duro e maciot"? Entre "preto e  branco"? Entre "afiado e desamolado"? Entre "barulho e silêncio"? Entre "alto e baixo"? Entre "Positivo e Negativo"? O Princípio de Polaridade explica estes paradoxos e nenhum outro Princípio pode superá-lo '-. The Kybalion

Com o conceito de que os opostos extremos são simplesmente os pólos da mesma coisa, podemos deixar de ter uma perspectiva dualista e, ao invés, ver esses fenômenos como espectros ou escalas móveis de vibração. Uma vez que entendamos isso, podemos começar a usar o que é chamado de Alquimia Mental ou Transmutação Mental. Diferente da visão tradicional da alquimia, em que você transforma diferentes bases ou metais indesejáveis ​​em ouro, polarizamos os pensamentos negativos, emoções e estados mentais em positivas (A definição prévia, sendo uma alegoria oculta para o verdadeiro significado)...
 Este é um campo especial que vou continuar a estudar e dar-lhes a minha interpretação, de modo que todos possam se beneficiar. Provavelmente será um dos nossos últimos temas abordados nesta série, pois ele pode mudar profundamente a nossa perspectiva e nossa experiência e deve ser usado com conhecimento suficiente.

O Princípio do Ritmo

Este Princípio contém a verdade que em tudo se manifesta um movimento medido, para lá e para cá (ir e vir); um fluxo e influxo; um balanço para trás e para a frente; um movimento pendular; um fluxo e refluxo da maré; uma maré alta e maré baixa; entre os dois pólos que existem, de acordo com o Princípio de Polaridade descrito há pouco. Há sempre uma ação e uma reação; um avanço e um recuo, um emersão e uma imersão. Assim é n os assuntos do universo, sóis, mundos, homens, animais, mente, energia e matéria. Esta lei é manifesta na criação e destruição dos mundos; na ascensão e queda das nações; na vida de todas as coisas; e finalmente nos estados mentais do Homem (e é com esta última que os Hermetistas reconhecem a compreensão do Princípio mais importante).
Os Hermetistas compreenderam este Princípio, reconhecendo a sua aplicação universal, e descobriram também certos meios para superar os seus efeitos em si mesmos pelo uso de fórmulas e métodos apropriados. Eles se aplicam a Lei Mental de Neutralização. Eles não podem anular o Princípio, ou fazer com que ele cesse seu funcionamento, mas eles aprenderam a escapar dos seus efeitos sobre si mesmos em um certo grau que depende do Domínio do Princípio. Eles aprenderam a usá-lo, em vez de ser usado por ele. Neste e em métodos semelhantes, consiste a arte do hermetistas. O Mestre do Hermetismo polariza-se no ponto em que ele deseja para descansar, e depois neutraliza o balanço rítmico do pêndulo que tenderia a levá-lo para o outro pólo '-. The Kybalion

O ritmo é um resultado direto da natureza da vibração, como a oscilação entre dois pólos em qualquer escala dada fornece um ambiente no qual a energia pode mudar de um estado para o outro e de volta com igual proporção. Isso nos ensina sobre a importância do equilíbrio no universo, porque sem proporção rítmica, não somos capazes de medir e identificar os diferentes estados dentro do que a energia pode se mover e como eles se relacionam diretamente uns com os outros.
Outra maneira vê-lo é que este princípio reconhece os batimentos cardíacos ou a sinfonia do universo. Se aprendermos a montar esses ritmos universais inatos conscientemente, podemos começar a trabalhar em harmonia com as energias universais ao invés de tê-los trabalhando contra nós, estando além da música ou do fluxo da corrente para alcançar a nossa expansão de consciencia.
 Eu, pessoalmente, compreendi e usei esse princípio para polarizar em meu Eu Superior por longos períodos de tempo, enquanto negava ao meu Eu Egóico reinar sobre meus pensamentos, mas isso está longe do dominio do princípio. À medida que se aprofundar na série, iremos explorar a aplicação deste princípio em conjunto e talvez novas formas de 'passeios de ritmo' podem ser desenterrados.

O Princípio da Causalidade

Este Princípio encerra o fato de que há uma causa para cada efeito; um efeito de cada causa. Ele explica que: "Tudo acontece de acordo com a lei"; que nada "simplesmente acontece"; que não há acaso; que, embora existam vários planos de Causa e Efeito, o superior dominando os planos inferiores, ainda assim nada escapa da Lei. Os hermetistas compreendem a arte e os métodos de se elevar acima do plano ordinário de Causa e Efeito, em um certo grau, e mentalmente subindo para um plano superior tornam-se Causadores em vez de Efeitos. As massas populares são impulsionadas, obedientes ao meio, as vontades e desejos dos mais fortes; hereditariedade; sugestão; e outras causas exteriores fazendo com que sejam movimentados como peões no tabuleiro de xadrez da Vida. Mas os Mestres, elevando-se ao plano superior, dominam os seus humores, personagens, qualidades e poderes, bem como o ambiente que os rodeia, e tornar-se “Movimentadores” em vez de peões. Eles ajudam a jogar o jogo da vida, em vez de serem manipulados e movimentados por outras vontades e meio ambiente. Eles usam o princípio ao invés de ser as suas ferramentas. Os Mestres obedecem à Causalidade dos planos mais elevados, mas eles ajudam a decidir sobre o seu próprio plano. Nessa afirmação é condensada uma riqueza de conhecimento hermético -  que leia, quem puder "-. The Kybalion

Eu acho que este princípio é o senso comum para a maioria, mas muitos não estão cientes de que ele se aplica e conecta todas as dimensões da realidade. Com isto em mente, podemos começar a ver como o universo surgiu. A primeira causa, o Mente Vivente Infinita ou Fonte, criou um conjunto de causas através de vibração para permitir que muitas ondulações de eventos subseqüentes se entrelaçassem e se desdobrassem. As causas em planos superiores começaram a manifestar efeitos nos planos inferiores, e nosso universo físico, eventualmente, se desenrolou desta maneira. É fácil agora ver os fenômenos deste mundo como tendo fins acidentais específicos, mesmo que não sejamos capazes de entender o que os causa exatamente. Sincronicidade é um exemplo proeminente do maior plano de causalidade em ação, onde experiências quase divinamente cronometradas se manifestam em padrões peculiares.


 Este princípio é simbolicamente (bem como matematicamente) representado na construção da geometria da flor de vida e as suas formas sucessivas, uma vez que estes são modelos de dimensões mais elevadas para serem usados ​​como modelos para as manifestações mais densas de matéria. Ao longo da série, vamos começar a trabalhar de acordo com essas causas de planos superiores, e criar nossa própria, ao invés de sermos submetidos às causas. É assim que podemos tornar-se Movimentadores em vez de Peões neste tabuleiro de xadrez chamado Vida. Em nossa próxima edição, vamos mergulhar ainda mais sobre este tema, explorando a geometria sagrada e sua utilização como forma de causa e manifestação mental.

O Princípio do Gênero

'Este Princípio contém a verdade de que há Gênero manifestado em tudo - os princípios masculino e feminino sempre em ação. Isto é verdade não só no plano físico, mas do mental e até mesmo dos Planos Espirituais. No plano físico, o Princípio se manifesta como sexo, nos planos superiores toma formas superiores, mas o princípio é sempre o mesmo. Não há criação, física, mental ou espiritual,  possível sem este Princípio. A compreensão de suas leis irá lançar luz para muitos sobre um assunto que tem intrigado a mente dos homens. O Princípio de Gênero trabalha sempre na direção da geração, regeneração e criação. Tudo, e cada pessoa, contém os dois elementos ou princípios, ou este grande Princípio, dentro de si, ele ou ela. Cada Masculino tem o Elemento Feminino também; cada fêmea contém também o Princípio Masculino. Para entender a filosofia da Criação Mental e Espiritual, geração e regeneração, você deve entender e estudar este Princípio hermético. Ele contém a solução de muitos mistérios da Vida '-. The Kybalion

Aqui no planeta Terra, estamos muito familiarizados com as muitas manifestações da energia masculina e feminina, ou a consciência de dualidade e de unidade. A razão pela qual os princípios masculino e feminino são tão essenciais para a criação é porque a própria Fonte é uma união perfeita entre esses dois conceitos. Todas as coisas criadas são apenas variações de expressão, intensidade e vibração entre estas duas formas de consciência. O princípio masculino é a noção de  Eu Subjetivo ou a natureza interna, causal e intangível. O princípio feminino é a noção de Eu Objetivo, ou a forma externa, receptivo e forma da natureza interior.
Masculina é também a força de doar ou empurrar, e Feminino, subsequentemente é a força de tirar ou puxar. Não confunda essas definições com a discriminação de gênero. Nós, como seres humanos, também somos uma união desses dois princípios, já que possuímos  uma natureza interna e forma externa. Até mesmo nossas mentes são divididas em consciente (masculino) e subconsciente / inconsciente (feminino) e nosso cérebro em lado esquerdo (masculino) e lado direito (feminino). Para saber mais sobre este confira Spirit Science episode 4.

Você provavelmente está se perguntando por que Jordan diz que a energia masculina é focada e que a energia feminina é Criativa / aleatória. Isso é apenas uma outra maneira em que este princípio se manifesta na psique humana, e há uma infinidade de outras. Há um nível ainda mais profundo de compreensão do princípio de Gênero, que será revelado nos próximos artigos, portanto, fique atento.
 Agora, se quisermos ascender, como seres humanos, o objetivo é equilibrar essas energias dentro de nós mesmos, o que nos permite entrar em ressonância com o mesmo equilíbrio presente na Mente Vivente Infinita, abrindo caminho para a liberdade consciente. Este equilíbrio é, em grande parte, conseguido através de ( adivinha?),  Amor Incondicional, pois esta é uma energia de livremente dar e receber com toda a vida através da compreensão de que, como um fractal da consciência Fonte, o universo externo é também a sua forma externa..
E aí está, os 7 princípios herméticos. Estudo e domínio dessas leis fundamentais trará grande sabedoria, bem como inacreditáveis poder e liberdade.


@Ryan Boyd
Origem: thespiritscience

tradução e adaptação : Alessandra Sanan (portalarcoiris.ning.com)

Fonte:http://www.espiritbook.com.br/profiles/blog/show?id=6387740

Postagens mais visitadas deste blog

A ALMA E AS 10 SEFIROT

Árvore da Vida, mostrando os dez Sefirot.
A Alma e as Dez Sefirot Do livro “Kabbalah and Meditation for the Nations”, do Rabino Yitschak Ginsburgh – Capítulo 3 (2a parte) Nós aprendemos na Cabalá que D’us criou o mundo por meio de dez sefirot — que são dez emanações da energia Divina. Estas sefirot permeiam e se manifestam dentro de cada aspecto da criação, inclusive, é claro, a alma humana, que foi criada à imagem de D’us1. Tanto a alma física quanto a alma Divina se manifestam por meio das sefirot, e ambas possuem uma estrutura completa de dez sefirot, as quais, conforma descreve a Cabalá, se dividem em três faculdades intelectuais e sete atributos emocionais/comportamentais2. As três sefirot intelectuais são sabedoria, entendimento e conhecimento, e também são chamadas de “as três primeiras [sefirot]”, ou o mochin (literalmente, “cérebro”). As setesefirot emocionais são bondade, força, beleza, vitória, reconhecimento, fundação e reinado, e também são chamadas de “as sete [sefirot] mai…

CONHECENDO A CABALA(KABBALAH) : O CÓDIGO POR TRÁS DA REALIDADE

O que é Cabala:


Kabalah é uma palavra hebraica que significa "recepção". É conhecimento espiritual judaico, que Moshê recebeu de D’us, os alunos de Moshê receberam dele, e assim sucessivamente no decorrer dos séculos. 

A Kabalah é a interpretação espiritual de toda a Torá, a compreensão do funcionamento interior das coisas, do mundo, de D’us, da alma, da Torá, e a vasta coleção de sabedoria oral e impressa que abrange e registra esse conhecimento. 

Contrário à opinião pública, a Kabalah não é magia: não envolve rituais estranhos ou eventos sobrenaturais. Também não tem nada a ver com psicologia pop. E certamente não lhe dará poderes psíquicos. 

Hoje existem a Kabalá e a Cabalá - (uso a letra "C" para destacar a diferença do Modismo frente uma Fisolofia Supra Racional transmitida de Mestre para Aluno por milhares de gerações!). 

Kabalá é um corpo de conhecimento extremamente extenso, quem conhece se cala, não divulga e busca constantemente o aprimoramento espiritual. Ela…

CABALA MÍSTICA : A ÁRVORE DA VIDA(SEPHIROT)

Cabala Mística
Com a devida autorização, passo a transcrever algumas notas extraídas de um antigo diário encontrado na biblioteca do Colégio do Espírito Santo, escrito por um Rosa+Cruz identificado como "Irmão Poimandres".
Faço-o a pedido e sem alterar qualquer passagem. Escreveu o Irmão Poimandres:
"SOBRE A ÁRVORE DA VIDA
Véus de Existência Negativa (acima da Árvore da Vida): Ain (Não) - O vazio absoluto. Ain Soph (Ilimitado) - O eterno, no mais puro sentido: se nada há, não existem limites. Ain Soph Aur (Luz Ilimitada) - O eterno movimento: quando não há limites, as coisas acontecem simplesmente porque não há motivos para não acontecerem.

Árvore da Vida:
AS DEZ ESFERAS (Sephiroth; singular: Sephirah):
Kether - coroa Chokmah - sabedoria Binah - entendimento Chesed - misericórdia Gebura - força - vontade em ação Tipheret - beleza Netzach - vitória - imaginação criadora - emoções elevadas Hod - Esplendor - mente universal Yesod - fundamento Malkuth - reino
A árvore da vida apresenta Deus so…