Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2014

CABALA DO DINHEIRO - MELISSA LENZ

Cabala do Dinheiro

Aqui está uma tradição que já existe na Espanha desde o século XII.
Para quem é judeu, o tema não apresenta tanta novidade. Mas virou alvo de curiosidade global desde que atraiu estudiosas com a fama de Madonna, Demi Moore e Paris Hilton. 
Veja como essa sabedoria antiga pode ajudar você também a cuidar melhor do seu bolso.
A palavra kabbalah vem da Torá, o livro sagrado da religião judaica, e nos estudos cabalísticos ela significa receber conhecimento. É uma maneira antiga de olhar, interpretar o mundo e compreendê-lo melhor em todos os aspectos. 
Para o rabino e líder espiritual da Congregação Judaica no Brasil (CJB), Nilton Bonder, 47, ela é a capacidade de usar todas as faculdades humanas - intelectuais, sensitivas e intuitivas - para entender melhor a realidade. 
"Basicamente é como uma interpretação. Se você ler um texto rapidamente vai captar uma mensagem mais objetiva. Mas se o fizer com o olhar psicanalítico, verá que tem outras forças por trás", avalia…

POLARIDADE E CORRESPONDÊNCIA - HUMBERTO HODEN

Polaridade e correspondência. 
2 e 3 — Polaridade e correspondência. Humberto Hoden Kaibalion
Estes dois princípios, aparentemente opostos, comple­tam-se um ao outro.
 A polaridade é o princípio da contrariedade, a correspondência é o princípio da identidade. Aquele é como que centrífugo, dispersivo: este centrípeta, conver­gente, aquele produz diferenciação; este gera integração.
No TODO (Deus), a polaridade e a correspondência se acham em estado de quietação ou equilíbrio dinâmico,por­que o TODO é o grande e único UM, anterior aosmuitos; ele não é nenhum dos ímpares: 1, 3, 5, 7, 9, nem dos pares: 2, 4, 6, 8, como diria Pitágoras.
 O TODO é a grande TESE, anterior a todas as antítesessínteses de que é composto o mundo fenomenal. A Tese é pré-antitética e pré-sintética.

A polaridade manifesta-se no mundo, sobretudo no mundo autoconsciente, como individualidade no plano obje­tivo do ser, e como egoísmo no plano subjetivo doagir.
Cada indivíduo, sendo um dos polos da antítese, procura necessa…

NÓS CRIAMOS NOSSA REALIDADE ATRAVÉS DE NOSSAS PALAVRAS E AÇÕES,SEGUNDO A CABALA

Uma pessoa verdadeiramente espiritual sabe que é a causa e não o efeito do que acontece em sua vida. Na prática isso significa que ninguém é capaz de nos fazer mal, pois nós criamos nossa realidade através de nossas palavras e ações – seja nesta vida ou em uma vida passada.

Rav Yehuda Berg
Centro de Cabala

O VAZIO E O DESEJO SEM FIM - MARIANA M. MARTINS

O vazio e o desejo sem fim
A Cabala ensina que somos "desejo em movimento". Que temos níveis de desejo que vão das necessidades básicas de sobrevivência, passando pelo desejo de status e gratificação pessoal, até os desejos na obtenção de conhecimentos e de sentidos para a existência. Somos um recipiente, um copo vazio, que procura incessantemente ser preenchido. Nosso desejo é esse movimento em direção à completude.Versando sobre a natureza incompleta do ser humano, surgiu no Oriente o culto ao vazio, o Tao. O vazio é o que há de mais sagrado nessa cultura. Na dança japonesa, por exemplo, o dançarino busca através do seu movimento, aquilo que é imóvel. No canto, ele procura o silêncio, o inaudível, que é para ele a fonte de todas as notas e de toda harmonia.

Ele não tenta assim, fugir do vazio, mas ao contrário, busca-o em tudo o que faz e considera que dele brota toda a sua excelência. Vê no vazio a essência de todas as coisas criadas e, por isso, enaltece a presença da vacu…